quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Afanodores de contribuintes

Não são só os políticos... afanadores de contribuintes é coisa que não falta por aí:
- políticos;
- sindicatos;
- construtores de autoestradas 'olha lá vem um';
- lobbys (swaper's e afins) pró-endividamento do Estado/contribuinte;
- etc.
.
-> O contribuinte não pode continuar a andar a 'ser comido' constantemente a torto e a direito!!!
-> Resumindo: os políticos e os lobbys pró-despesa/endividamento poderão discutir à vontade a utilização de dinheiros públicos... só que depois... a 'coisa' terá que passar pelo 'crivo' do contribuinte - leia-se, quem paga (vulgo contribuinte) deve possuir o Direito de defender-se!!!
-> De facto, deve existir o DIREITO AO VETO de quem paga!!! [blog 'fim-da-cidadania-infantil'].
.
.
NOTA:
O contribuinte agradece que sejam apresentadas propostas/sugestões que possibilitem uma melhor gestão/rentabilização dos recursos disponíveis... leia-se: em vez de propostas de aumentos... apresentem propostas de orçamentos!

4 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Claro que estou do mesmo lado, nem sei bem para fazer o quê...
Logo, a gente vê!

menvp disse...

Obrigado pelo comentário/incentivo/motivação.

Michael Sea disse...

Na minha modesta óptica, (ante)vejo uma ideia/solução que poderia surtir algum efeito, se não mesmo, um início na motivação para se poder traçar uma meta e se começar a pensar num fim para toda esta macacada estabelecida e que se pensa intangível.
Esta ideia não seria mais do que um conjunto de bons hackers se pudessem reunir; associarem-se entre si e conseguissem vazar e juntar informação obscura e sensível (documentos classificados e transversais ás boas condutas de governação de um país; acordos sombrios; negociatas; emails e telefonemas duvidosos;...) como matérias de prova incontestáveis da má índole de ideologias, gestão de recursos e roubo por grande parte desta canalha.
Se à vinte e cinco anos atrás, eu adivinhasse que o mundo estaria como se encontra hoje, com todos os seus valores invertidos, na altura de ter escolhido a minha carreira, teria antes optado por ter sido técnico informático e estaria hoje na primeira linha desta guerrilha!

menvp disse...

Existem lobbys que se consideram os donos da democracia... são necessárias ideias que permitam defender o cidadão comum.